Blog Agencia Maranhão - Sua Central de Notícias

Dr. José Francisco, elegível pela justiça e Francisco Nagib, inelegível pelo povo em Codó

Com a aproximação das eleições municipais 2020, a guerra já começou em Codó, candidatos e políticos já estão a todo vapor organizando seus tabuleiros para partir pro jogo.

REJEIÇÃO ENTERROU A CARREIRA POLÍTICA DE NAGIB

Todos nós sabemos, o que deixa a imagem de um político mais deformada e acabada, é a rejeição, quem tiver rejeição dificilmente consegue alguma coisa dentro da política, uma vez que quando se tem uma oportunidade de fazer diferente mas não faz, é o que aconteceu com o atual prefeito de Codó, Francisco Nagib, que entrou pra fazer a diferença, mas foi um fracasso.

AS PROMESSAS NÃO SAÍRAM DO PAPEL E A CARREIRA POLÍTICA  DE NAGIB AFUNDOU

Com promessas de fazer o município de Codó uma cidade modelo, e mudar o caos principalmente nas áreas da saúde e educação, tendo até como marca, “Mais Avanço, Mais Conquistas”, Nagib ainda sonhava mais alto, visando ser um futuro deputado federal e decolar na carreira política, o que se tornou agora quase impossível.

Dr. José Francisco liberado pela justiça e Nagib inelegível pelo POVO, o que restou mesmo foi somente apelar para o ex-prefeito, Zito Rolim.

Publicidade

Conheça o comediante codoense que está fazendo sucesso nas redes sociais, “Fabinho Zueira”.

 

Dr. José Francisco desmente e repudia fake news divulgado por blogs do atual grupo em Codó

O desespero tomou de conta do atual grupo em Codó, que querem a força deixar Dr. José Francisco inelegível, uma vez que o médico vem ganhando importantes adesões nos quatro cantos da cidade e é o favorito pra ganhar as eleições municipais 2020.

O DESESPERO TOMOU DE CONTA

Blogs e mídias do atual prefeito, também desesperados e atordoados, continuam espalhando fake news e atacando covardemente o médico e sua família, tudo isso pra não sair do poder e tentar confundir os eleitores que já estão decididos qual o melhor pra Codó.

Dr. José Francisco em vídeo repudia aos ataques covardes que o atual grupo vem fazendo contra sua pessoa e de sua família.

Dr. José Francisco está livre pra voar, já o prefeito Francisco Nagib, está inelegível não pela justiça, mas pelo POVO.

Dr. Zé Francisco-55, é candidato a prefeito de Codó, sim, vejam

Desesperados, atordoados, e traumatizados e com muito medo do crescimento de Dr. José Francisco, o grupo do império, vendo a situação difícil que o prefeito Francisco Nagib deixou com tanta rejeição, continuam insistindo que o médico está inelegível.

Continua depois da Publicidade

 

DR. JOSÉ FRANCISCO, LIVRE, LEVE E SOLTO 

Documento enviado pelo neurocirurgião, Dr. Mário Braga,  fortíssimo aliado do médico para a redação do Blog Agência Maranhão, prova realmente o desespero divulgado pelo atual grupo em Codó, que ainda continuam sonhando em ver Zé Francisco fora das eleições municipais 2020, vejam o documento:

 

Assista ao vídeo: Senhora reage a assalto e parte pra cima de assaltante em Codó

Um fato impressionante que chamou atenção de todos nas redes sociais e na cidade, e que ninguém deve e nem pode fazer em um assalto, aconteceu no município de Codó na noite desta segunda-feira(21).

Trata-se de uma senhora corajosa reagindo e indo pra cima do assaltante que realizou o assalto com uma arma de fogo.

Nas imagens impressionantes mostram que a senhora não se intimidou com a chegada dos ladrões e ainda chega a tomar o celular assaltado das mãos de um dos assaltantes, assim botando em risco duas vidas inocentes que ali estavam.

Graças as mãos e o milagre de DEUS esse caso não terminou em tragédia.

Vídeos retirados do Codó Notícias

Nunca façam isso, pois você pode perder sua vida por causa de um bem material.

Ministro do STF suspende lei do MA que interrompeu pagamento de consignados

Ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal.

 

 

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, suspendeu a eficácia de lei do Estado do Maranhão que determinou a suspensão, por 90 dias, no âmbito do estado, do pagamento de contratos de crédito consignado de servidores públicos estaduais e municipais e de empregados públicos e privados em decorrência da pandemia da Covid-19. A medida liminar será submetida a referendo do Plenário.

A Lei estadual 11.274/2020 também estabelece que, encerrado o estado de emergência pública, as instituições financeiras deverão oferecer condições facilitadas para o pagamento das parcelas vencidas durante a suspensão e afasta a incidência de juros de mora, multa ou correção monetária sobre o valor das parcelas com vencimento a partir de 20/3/2020.

A Confederação Nacional do Sistema Financeiro (Consif), autora da ação, argumenta que a norma usurpa a competência da União para legislar sobre a matéria e a iniciativa legislativa exclusiva do Poder Executivo para dispor sobre a organização da administração pública. Também afirma que, por alterar contratos válidos, a lei estadual afronta a garantia constitucional do ato jurídico perfeito, o princípio da proporcionalidade e a livre iniciativa.

Ao deferir a liminar, o ministro Lewandowski observou que, ao interferir na relação obrigacional estabelecida entre as instituições de crédito e os servidores e empregados públicos, a lei entrou na competência privativa da União para legislar sobre direito civil (artigo 22, inciso I, da Constituição Federal) e sobre política de crédito (artigo 22, inciso VII).

No exame preliminar da ação, o ministro considera que, “ao menos à primeira vista”, o Estado do Maranhão não poderia substituir a União para determinar a suspensão do cumprimento de obrigações financeiras, “ainda que mediante lei estadual e em período tão gravoso, como o do atual surto do novo coronavírus, que atinge a todos indiscriminadamente”.

ELEIÇÕES NA ILHA: Ibope aponta liderança de Eduardo Braide na corrida eleitoral de São Luís

Candidato a prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos),O candidato do Podemos, Eduardo Braide, está liderança na corrida eleitoral de São Luís, segundo aponta a pesquisa Ibope, que foi divulgada pela TV Mirante durante o jornal Bom Dia Mirante desta segunda-feira (21).

Na sondagem, fora, ouvidas 602 pessoas entre os dias 12 e 14 de setembro deste ano. O registro na Justiça Eleitoral foi feito sob o número MA-01425/2020. A margem de erro é de 4 pontos percentuais, para mais ou para menos, e o intervalo de confiança é de 95%.

O levantamento mostra que Braide surge em um cenário de primeiro turno com 43%, seguido por Duarte Júnior com 14%. Aparece na terceira colocação o candidato democrata, Neto Evangelista, com 10%.

Na quarta colocação, está Bira do Pindaré, com 5%. Em seguida, está o candidato do PV, Adriano Sarney, com 4%.Carlos Madeira (SD), Jeisael Marx (Rede) e Rubens Júnior (PCdoB) aparecem com 2% das intenções de votos. Franklin Douglas (PSOL) e Dr. Yglésio (PROS) com 1% cada encerram a pesquisa.

8% dos eleitores afirmaram que votariam branco ou nulo. Outros 8% não souberam responder.

O Ibope simulou dois cenários do segundo turno. Na primeira simulação, Eduardo Braide aparece com 63% das intenções de votos contra 25% de Duarte Júnior.

No segundo cenário, o candidato do Podemos aparece com 61% contra 24% de Neto Evangelista, do DEM.

Com Informações de Neto Ferreira

 

Acusado de matar o próprio pai enfrenta irmão na disputa pela prefeitura de Barra do Corda

A disputa pela Prefeitura de Barra do Corda mais parece roteiro de séries como ‘Game of Thrones’, mas, infelizmente, é a triste realidade. Acusado de parricídio, Júnior do Nenzim vaio enfrentar o seu irmão, o deputado Rigo Teles, nas eleições deste ano.

A família Teles, uma das mais tradicionais de Barra do Corda, é uma espécie de Lannister na região. E, assim como na série, vale tudo pelo poder.

Júnior do Nenzim é acusado pela morte do pai, Manoel Mariano de Sousa, o Nenzin, no dia 6 de dezembro de 2017, na zona rural de Barra do Corda. Ele esteve preso até outubro de 2019 para cumprir medidas cautelares em liberdade, com o uso de tornozeleira eletrônica até o júri popular.

Já Rigo Teles tem como coordenador de campanha o outro irmão, Pedro Teles, acusado de ter encomendado a morte do trabalhador rural Miguel Pereira Araújo, o Miguelzinho, que teria invadido terras do empresário em Barra do Corda, em 1997.

E assim segue a enrolada família Teles em Barra do Corda. Mesmo com vários escândalos nas costas, tentam se manter no poder, em roteiro político surreal que mais uma série ao melhor estilo GOT.

Por: Marrapá

MPF investiga se prefeitura petista recebeu respiradores como ‘propina’ do Consórcio Nordeste

Da coluna Radar

O MPF avança nas investigações de um suposto esquema de corrupção na aquisição de respiradores pelo Consórcio Nordeste, grupo criado por governantes da região para atuar no combate à pandemia de coronavírus.

O secretário do consórcio é o ex-ministro petista Carlos Gabas. Segundo o MPF, a prefeitura de Araraquara (SP), governada pelo petista Edinho Silva, teria sido beneficiada por 30 respiradores exigidos como “propina” pelo fechamento do negócio. Gabas teria participação na negociata.

Segundo o MPF, “o Consórcio Nordeste firmou contrato com a empresa Hempcare Pharma Representações LTDA para o fornecimento de 300 respiradores, mas, para viabilizar a negociação, teria exigido a doação de 30 respiradores ao município de Araraquara”.

A investigação se concentra no fato de que a “suposta vantagem indevida seria recebida por agentes públicos do município”.

________________Leia mais
SES quer sigilo em apuração sobre compra de respiradores no MA
MA pegou calote de R$ 490 mil na compra de respiradores via Consórcio