Blog Agencia Maranhão - Sua Central de Notícias

ELEIÇÕES 2020: Esquerda pode ser derrotada em todas as capitais

Líderes de esquerda discutem sobre criação de uma nova sigla

Foto: ( Divulgação )

Líderes da esquerda brasileira estão debatendo sobre a criação de um novo partido após as eleições municipais de novembro.

O governador do Maranhão Flávio Dino deseja uma fusão entre o PCdoB e o PSB, para as eleição presidencial de 2022. Apesar de ainda negar, tudo indica que Flávio Dino quer ser candidato ao Palácio do Planalto.

Com a fusão dos portidos, seria possível tocar um fundo eleitoral de mais de R$ 145 milhões, que é um valor superior ao que é recebido por PSDB, DEM e PP. A interlocutores, o governador chama o projeto de “MDB da esquerda”, pois acredita que poderá trazer para a nova sigla diversos nomes que estão insatisfeitos com os rumos que as próprias legendas estão tomando. Um dos exemplos é o deputado federal Marcelo Freixo (PSOL).

No entanto, essa nova esquerda que tenta nascer passa por dificuldades que estão dentro da própria esquerda: faltando mais de dois anos para a eleição presidencial, PT e PDT não arredam o pé de encabeçar uma chapa para enfrentar Bolsonaro. E, na rivalidade entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ex-governador do Ceará Ciro Gomes, está Fernando Haddad, que foi derrotado em 2018 por Bolsonaro.

Para o governador Flávio Dino, em novembro a esquerda poderá perder em todas as capitais brasileiras, diante dos pré-candidatos que foram escolhidos até o momento. Somados, PSB e PDT comandam cinco capitais, enquanto PT e PCdoB não estão à frente de nenhuma. Esse grande fracasso poderá estimular a criação de uma nova sigla e, talvez, ensaie uma união maior do campo. Dino vem tentando mostrar isso ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (que foi condenado pela Lava Jato) por acreditar que não é possível vencer o atual presidente abrindo mão do lulismo. No entanto, o Partido dos Trabalhadores (PT) não abre mão de ter um candidato próprio nas eleições de 2022.

Contém informações: https://mblnews.org/via  O Globo.

 
Acompanhe o Blog Agência Maranhão pelo Facebook.
Categoria: Política

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*