TikTok: Justiça suspende sindicância contra PMs femininas

Foi suspensa, por liminar, a sindicância aberta pelo Comando Geral da Polícia MIlitar do Maranhão que investigava a conduta de policiais militares que fizeram um vídeo na rede social Tik Tok.
Quem atendeu ao mandado de segurança em favor das PMs foi o juiz de direito, Dr. Nelson Melo de Morais.
O Juiz em seu despacho relatou que não existe aparentemente objeto de sindicância no vídeo postado em redes sociais, fatos supostamente contrários ao pundonor militar, como conteúdo com conotação sexual, com nudes ou político, como críticas a ato de superior ou assuntos atinentes a disciplina militar ou qualquer resolução do Governo. O deputado estadual e pré-candidato a prefeito de São Luís, Dr. Yglésio (PROS), foi o único dos candidatos a se pronunciar sobre o caso.

Ele que é presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa disse que “O vídeo humaniza a atividade policial, demonstrando que por trás de uma farda que suscita tantos sentimentos distintos nas pessoas há um ser humano de carne e osso, igual a qualquer cidadão”, em nota de repúdio.

 
Acompanhe o Blog Agência Maranhão pelo Facebook.
Categoria: Notícias

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*