DIRETO DA AMÉRICA: Georgia envia investigadores após identificar “problema” na apuração do condado mais populoso do estado
Blog Agencia Maranhão - Sua Central de Notícias

DIRETO DA AMÉRICA: Georgia envia investigadores após identificar “problema” na apuração do condado mais populoso do estado

O secretário de Estado da Georgia, Brad Raffensperger, publicou um tweet na noite de sábado (7) apontando “um problema” na apuração no condado de Fulton, o mais populoso do estado, e onde fica a cidade de Atlanta.

Com mais de 99% dos votos apurados, Biden ganhava no condado de Fulton com 72%.

“[O condado de] Fulton descobriu um problema envolvendo a divulgação do trabalho de sexta-feira. Funcionários estão na State Farm Arena para escanear novamente esse trabalho. Tenho um monitor e investigadores no local. Também enviei o vice-secretário de Estado para supervisionar o processo para garantir a votação e proteger todos os votos legais.”

Recontagem dos votos

O secretário de Estado da Geórgia disse na sexta-feira (6) que haverá uma recontagem no estado devido a uma disputa acirrada no estado.

“Com uma margem tão pequena, haverá uma recontagem na Geórgia”, disse o secretário de Estado Brad Raffensperger.

Powered by Rock Convert

A declaração foi dada no fim da manhã de sexta-feira durante uma coletiva de imprensa.

Corrida ao senado

O senador David Perdue (R-Georgia), um republicano no primeiro mandato que tenta a reeleição, apesar de liderar a corrida, teve uma queda para abaixo da marca de 50% dos votos contra seu oponente democrata Jon Ossoff faltando menos de 3% de votos para serem apurados.

Para ser eleito, o candidato ao Senado precisa alcançar a marca de 50% mais um voto; o que não deve ocorrer, logo, um ‘runoff’, uma espécie de segundo turno deve ser marcado para 5 de janeiro.

A Geórgia foi o único estado com seus dois senadores disputando eleição em 2020, e parece que ambas as disputas não serão decididas até 2021.

Segunda cadeira

Na outra disputa na Geórgia, nem a senadora Kelly Loeffler (R-Ga.) Nem o democrata Raphael Warnock garantiram 50% dos votos. A eleição de segundo turno entre Loeffler e Warnock também deve ser realizada em 5 de janeiro.

A senadora Kelly Loeffler (R), nomeada ao Senado pelo governador Brian Kemp em 2020, ficou em segundo lugar contra seu oponente democrata Raphael Warnock, em uma eleição especial para preencher o mandato do senador aposentado Johnny Isakson (R) até 2022.

Powered by Rock Convert
 
Acompanhe o Blog Agência Maranhão pelo Facebook.
Categoria: Internacional

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*