Deputados no Maranhão comemoram vitórias e amargam fracassos nas urnas
Blog Agencia Maranhão - Sua Central de Notícias

Deputados no Maranhão comemoram vitórias e amargam fracassos nas urnas

Felipe dos Pneus, Fernando Pessoa, Rigo Teles e Belezinha foram vitoriosos nas urnas, enquanto Marco Aurélio, Zito Rolim, Adelmo Soares e Socorro Waquim tiveram perdas e ganhos nas urnas, e estão cacifados para tentar a reeleição

Não foi bem-sucedida a participação de deputados estaduais na disputa por prefeituras no Maranhão. Dos nove que participaram, só três lograram êxito nas urnas: Felipe dos Pneus (Republicanos), que se elegeu prefeito de Santa Inês, Rigo Teles (PL) será o prefeito de Barra do Corda, e Fernando Pessoa (Solidariedade), que vai comandar Tuntum a partir de  Janeiro, e a suplente no exercício do mandato Belezinha (PL), que se elegeu prefeita de Chapadinha. Marco Aurélio (PCdoB) não conseguiu vitória em Imperatriz, Zito Rolim (PDT) ficou em segundo em Codó; Adelmo Soares (PCdoB), que foi derrotado em Caxias, e a suplente no exercício do mandato Socorro Waquim (MDB).

A vitória mais densa foi a de Felipe dos Pneus em Santa Inês, tendo ele derrotado forças tradicionais no município, lideradas pelo ex-prefeito Valdivino Cabral (PL), que comandou o município nos anos 80 do século passado e deveria estar aposentado. Com a sua juventude e habilidade política, Felipe dos Pneus ganhou credenciais para ser uma liderança de peso no Maranhão.

Outra vitória de peso foi de Fernando Pessoa em Tuntum. Ele conseguiu o que muitos viam como impossível: derrotar o candidato apoiado pelo prefeito Cleomar Tema (PSB), que encerra agora nada menos do que o seu quinto mandato de prefeito daquele município. A vitória de Fernando Pessoa viu seu maior aliado, o prefeito de Barra do Corda, Wellryk da Silva, não conseguiu eleger seu candidato, Gil Lopes (PCdoB), derrotado pelo deputado Rigo Teles.

A eleição de Rigo Teles em Barra do Corda foi emblemática. Envolvido numa grave crise familiar, causada pela suspeita de seu irmão ser o principal suspeito de ser o mandante do assassinato do próprio pai, o ex-prefeito Nenzim. Com a eleição, Rigo Teles ganhou de novo o aval dos cordinos, mostrando ser um político de lastro.

Belezinha teve uma vitória maiúscula em Chapadinha, onde derrotou impiedosamente o prefeito Magno Bacelar (PV) e o promissor candidato do PSB, Higor.

No campo dos que não se deram bem, o deputado Marco Aurélio teve o seu projeto minado, mas com cacife político e eleitoral forte para renovar o mandato em 2022. Por sua vez, o deputado Zito Rolim, ao ser derrotado em Codó, viu seu lastro político perder consistência, que exigirá dele um grande esforço na briga para a Assembleia Legislativa de 2022. E apesar da sua derrota acachapante para o prefeito Fábio Gentil (Republicanos), o deputado Adelmo Soares não tem porque lamentar, pois, afinal ele se manteve em evidência e, sem a concorrência do ex-deputado José Gentil (Republicanos), vencido pelo novo coronavírus, tem visibilidade e campo aberto para renovar o mandato estadual em 2022. Finalmente, Socorro Waquim, que ficou em terceiro lugar na disputa para a Prefeitura de Timon, mas ganhou o mandato de deputada estadual com a eleição do titular Rigo Teles. E o deputado Leonardo Sá, que foi de novo derrotado em Pinheiro pelo prefeito Luciano Genésio (PP).

Com Informações: http://reportertempo.com.br

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert
 
Acompanhe o Blog Agência Maranhão pelo Facebook.
Categoria: Política

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*