Blog Agencia Maranhão - Sua Central de Notícias

Candidatos e vereadores aliados ao atual grupo continuam descendo o cacete na surdinha no prefeito Nagib e até em Zito Rolim em Codó

Tendo a consciência do desgaste de Nagib e Zito Rolim na política de Codó, a  maioria dos candidatos a vereador aliados ao grupo do prefeito Francisco Nagib e Zito, continuam descendo o cacete neles na surdinha, é bom Nagib e Zito abrir os olhos com esses traidores.

TÁ DIFICIL DE VENDER O PEIXE 

Segundo informações de uma liderança de uma comunidade na zona rural, nos relatou que os vereadores do lado do atual grupo estão tendo muita dificuldade de pedirem votos por onde passam, pois a cobrança dos fechamentos das escolas estão dando muita dor de cabeça para os candidatos e vereadores venderem seus peixes, e pra não passarem vergonha e se sobressaírem dessa bomba, estão descendo a lenha na surdinha no prefeito Francisco Nagib e até mesmo no candidato Zito Rolim e pedindo votos somente pra eles.

O DESGASTE POLÍTICO DE ZITO E A REJEIÇÃ DO PREFEITO NAGIB

As coisas a cada dia que passa estão ficando mais feia para os aliados Francisco Nagib e Zito Rolim, nem os próprios candidatos e vereadores não estão pedindo votos para os dois, a covardia e a traição reina dentro do próprio grupo.

Isso só vem provando a rejeição e o desgaste político de Zito e Nagib.

410 alunos são investigados por fraudar cotas no Maranhão

Meses atrás estudantes se mobilizaram nas redes sociais a respeito de fraudes em cotas raciais feitas na Universidade Federal do Maranhão (UFMA), após as denúncias a Universidade abriu um processo investigativo

Meses atrás diversos estudantes se mobilizaram nas redes sociais a respeito de fraudes em cotas raciais feitas na Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Até um perfil foi feito e expôs os nomes e os rostos de alguns discentes da Universidade. Após as denúncias, a UFMA abriu um processo para investigações de estudantes que utilizaram as cotas raciais de forma ilegal para garantir uma vaga na instituição.

Em detrimento ao processo, a Ordem dos Advogados do Brasil no Maranhão (OAB MA) juntamente com as defensorias públicas criaram um observatório para fiscalizar o acesso de candidatos cotistas a concursos, vestibulares e seletivos que foram feitos no Maranhão nos últimos cinco anos.

A Pró-Reitoria de Ensino da UFMA (PROEN), contabilizou pelo menos 410 denúncias que se enquadram nos casos de candidatos que se autodeclaram negros ou pardos. Casos estes que estão sendo averiguados pela administração da Universidade. Apesar das investigações, ainda não está definido o destino dos candidatos que estiverem irregulares.

Afroconveniência é o tipo de situação onde pessoas se passam por negros ou pardos para ter acesso a algum direito, afirma Erick Moraes, presidente da Comissão da Verdade Negra da OAB- MA.

“A afrocoveniência tem se manifestado um fenômeno bastante forte no Brasil, principalmente depois da promulgação da lei federal com a possibilidade de cotas para pretos e pardos, no sentido de que as pessoas vêm fazendo diversas formas, como o bronzeamento em excesso, a maquiagem para transformar o nariz grosso, as vezes, até implemento de lábio artificial, a apropriação cultural, através de penteado, de roupas, da maneira de se vestir”  definiu o presidente.

Com Informações: do Imparcial

ASSISTA: Professor mostra situação caótica de escola na zona rural de Codó

Não é de se acreditar quem em pleno século XXI ainda existem escolas de taipa, em Codó existe várias.

Em vídeo, o professor mostra o descaso total da atual administração com a educação de Codó, principalmente na zona rural, onde o prefeito Francisco Nagib fechou várias escolas, e as que ficaram abertas estão nessa situação, assista ao vídeo e veja com seu próprios olhos.

Assista ao revoltante vídeo gravador por um professor

Pra quem quer continuar administrando o município Codó, desse jeito está difícil.

Propagada Eleitoral: Candidato do prefeito Nagib perde para Zé Francisco na Justiça

Em face ao crescimento galopante da candidatura a prefeito de Codó do médico Dr. Zé Francisco o grupo do Prefeito Nagib  tenta a prática de manobras políticas para atingir os candidatos da vitória (Da Redação Repasse Informativo)

Os advogados da Coligação de Dr. Zé Francisco prefeito obtiveram mais uma vitória contra o candidato de Nagib.

Neste final semana a justiça eleitoral local divulgou a decisão favorável do pedido da Coligação de Dr. Zé Francisco, cujos embargos de declaração em foram em decorrência de uma decisão que havia punido a coligação União do Povo em perda de tempo da TV e Rádio.

Os advogados de Zé Francisco entenderam que a decisão estava “sem previsão legal para a punição, daí a Sra.Juíza acolheu os embargos e fomos vitoriosos”, declarou um advogado do Grupão.

(CONFIRA ABAIXO A SENTENÇA DA JUSTIÇA ELEITORAL CONTRA ZITO ROLIM)

JUSTIÇA ELEITORAL

007ª ZONA ELEITORAL DE CODÓ MA

REPRESENTAÇÃO (11541) Nº 0600554-76.2020.6.10.0007 / 007ª ZONA ELEITORAL DE CODÓ MA REPRESENTANTE: PARTIDO DEMOCRATICO TRABALHISTA

Advogado do(a) REPRESENTANTE: EDLANE DE LIMA RODRIGUES – MA10772

REPRESENTADO: JOSE FRANCISCO LIMA NERES, COLIGAÇÃO UNIÃO DO POVO (PSD,REP,PL,PSDB,PT,MDB,PODE,PV) Advogado do(a)

REPRESENTADO: WAGNER RIBEIRO FERREIRA – MA5703

DECISÃO

Trata-se de embargos de declaração opostos pela Coligação União do Povo em face da sentença que suprimiu tempo de televisão da coligação embargante por uso de apoiadores acima do limite de 25% do tempo e/ou por utilização de cenas externas.

Alega que não há previsão legal para referida punição pelo que compreende que a sentença foi omissa ou contraditória.

Por seu turno, a coligação embargada compreende que não houve omissão ou obscuridade, tendo a sentença vergastada seguido a legislação vigente, que proíbe a utilização de apoiadores acima do limite de 25% do tempo. Requereu ainda antecipação de tutela recursal para que o tempo de TV da coligação adversária fosse suprimido.

É o relatório. Decido.
Nos termos do art. 1022, CPC/2015:

Art. 1.022. Cabem embargos de declaração contra qualquer decisão judicial para:

I – esclarecer obscuridade ou eliminar contradição;
II – suprir omissão de ponto ou questão sobre o qual devia se pronunciar o juiz de ofício ou a requerimento;
III – corrigir erro material.

De fato, os embargos declaratórios no caso em análise merecem prosperar, eis que há omissão na aplicação da legislação eleitoral no decisum. Não há, na legislação aplicável (Lei n°9.504/97 e Res. TSE n°23. 610/2019), qual seria a punição em caso de uso de cenas externas ou de uso de apoiador acima do limite de 25% do tempo, não cabendo ao julgador legislar sobre os dispositivos em comento.

Rejeito parcialmente o pedido de antecipação de tutela recursal, pelos mesmos motivos acima: inexistência de previsão legal para a punição em comento, entretanto, a fim de garantir a observância à legislação eleitoral e com base no poder geral de cautela, concedo a tutela pretendida apenas para proibir que a coligação embargante use o programa eleitoral em questão, com apoiadores extrapolando o tempo acima do limite máximo permitido pelo art. 74, Res. TSE n°23.610/2019, qual seja, 25% do tempo total, sob pena de multa de R$5.000,00 (cinco mil reais).

Com estes fundamentos, acolho os embargos de declaração para suprir a omissão apontada e retificar a sentença anteriormente prolatada, para retirar qualquer punição referente à perda do tempo da coligação embargante, proibindo, com base no poder geral de cautela, que a coligação embargante utilize o programa eleitoral em questão com apoiadores extrapolando o tempo acima do limite máximo permitido pelo art. 74, Res. TSE n°23.610/2019, qual seja, 25% do tempo total, sob pena de multa de R$5.000,00 (cinco mil reais).

Flávia Pereira da Silva Barçante
Juíza Eleitoral

IMAGEM DO DIA: Será se o candidato a vereador em Codó, Evimar Barbosa, sabe mesmo quebrar coco?

Será o ex-diretor do SAAE e pré-candidato a vereador em Codó, Evimar Barbosa, aliado ‘bucha’ do atual grupo, sabe mesmo realmente quebrar coco babaçu no machado, ou foi apenas uma foto pose?

AS PERGUNTAS QUE FICAM NO AR

Se Evimar Barbosa sabe ou não quebrar coco, isso não é da nossa conta, mas as perguntas que ficam na cabeça dos codoenses é, será se Evimar Barbosa, tem como principal objetivo cuidar mesmo realmente das necessidades da população? uma vez que o mesmo nem da cidade são, será também se Evimar conhece as necessidades do povo codoense? ou apenas vai servir de bucha e ser  mais um LARANJÃO dentro da Câmara Municipal de Codó?

DE OLHO NOS FORASTEIROS POPULAÇÃO CODOENSE

Cuidado População com os forasteiros, depois das eleições esses somem e quem fica sofrendo durante quatro anos é o povo, então, muita responsabilidade na hora de votar, tanto para prefeito, como para vereador.

Prefeita Ostentação recebe nova condenação por desvio de recursos públicos

Com base em Denúncia oferecida pelo Ministério Público do Maranhão, a Justiça determinou, na última terça-feira, 20, a condenação da ex-prefeita de Bom Jardim Lidiane Leite da Silva, bem como de Humberto Dantas dos Santos e dos empresários Antônio Oliveira e Fabiano de Carvalho Bezerra, por fraudes em processos licitatórios.
As irregularidades apontadas são referentes à Tomada de Preços nº 1/2013, cujo objeto era a reforma de 13 escolas municipais; e ao Pregão Presencial nº 17/2013, relativo ao aluguel de automóveis para a prefeitura.
Conforme o MPMA, os réus “forjaram as licitações frustrando, mediante fraude, o caráter competitivo do procedimento licitatório, ao fingir uma competição, que, na verdade, não existiu”. Não foi realizada ao longo dos certames nenhuma publicidade para dar conhecimento público da sua realização.
Segundo testemunha ouvida no julgamento, no mesmo dia em que o pregão foi suspenso pela Prefeitura de Bom Jardim, em razão de uma discussão entre a prefeita e uma vereadora sobre o andamento do processo licitatório, a empresa Zabar Produções foi indicada para reformar as escolas. A testemunha relatou ainda que o proprietário da empresa seria amigo de Humberto Dantas, apontado como o “prefeito de fato” do município de Bom Jardim. O valor gasto foi de R$ 1.377.299,77, mas apenas quatro escolas tiveram reparos, como relata a sentença.
Em relação ao aluguel de automóveis, outras testemunhas afirmaram que alugaram veículos para a Prefeitura de Bom Jardim, mas que não tinham vínculos com a empresa A4 empreendimentos, vencedora do Pregão nº 17/2013. A empresa, que deveria ser a prestadora de serviços ao Município de Bom Jardim, de acordo com o resultado do Pregão, é de propriedade de Francisco Bezerra. O valor recebido pela empresa foi de R$ 2.705.040,00.
PENALIDADES
O afastamento do sigilo bancário dos condenados demonstrou uma “intensa e ilegal movimentação bancária” entre as contas do Município e dos réus. O acesso às contas de Lidiane Leite demonstrou que ela desviou, para benefício próprio e dos outros condenados, mais de R$ 3 milhões. Não foram encontrados indícios de que o dinheiro tenha sido revertido para a reforma das escolas ou pagamento pelo fornecimento de automóveis à prefeitura.
A pena da ex-prefeita totaliza oito anos e 11 meses de reclusão. Humberto Dantas e Antônio Oliveira da Silva foram condenados a oito anos e três meses e dois anos de reclusão. Fabiano de Carvalho foi condenado a quatro anos e três meses de reclusão.
Foi fixado o pagamento de multa no valor de R$ 5 milhões pelos danos causados aos cofres públicos. Os réus poderão recorrer em liberdade.

ASSISTA: Dr. Zé Francisco prefeito garante liberação de precatórios dos professores em Codó

O candidato a prefeito Dr. José Francisco assumiu compromisso em público de fazer garantir o pagamento dos educadores codoenses em relação aos precatórios a que eles têm direito ( Da redação Repasse Informativo)


Em discurso em praça pública o candidato a prefeito de Codó Dr. José Francisco informou que sua intenção e reabrir todas as escolas que foram fechadas para receber as crianças, estudantes do município, além de efetuar o pagamento dos precatórios destinados aos professores.

Zé Francisco tem um amplo Plano de Governo, o qual, contempla todos os segmentos da administração municipal com foco na melhoria da qualidade de vida dos moradores.

CONFIRA O VÍDEO

Comediante codoense ‘Fabinho Zueira’ continua fazendo sucesso nas redes sociais e a alegria dos internautas

O codoense continua fazendo a alegria da galera e trabalhando muito pra buscar mais conteúdos e novidades para passar para os internautas.

Fabinho Zueira, é um jovem comediante codoense simples humilde e que apesar das dificuldades da vida, sempre anda com o sorriso no rosto fazendo seus vídeos engraçados e animando internautas.

 Zueira, está fazendo sucesso nas redes socais, com vídeos engraçados gravados em sua rotina do dia dia, após jogar os vídeos nas redes sociais  a galera começou a gostar e não para de curtir e a cada dia aumenta seus seguidores.

Vejam alguns vídeos do comediante que vem fazendo sucesso e a alegria da galera nas redes sociais.

Quer ver mais vídeos e ficar sempre por dentro das comédias do codoense? siga as redes sociais de ‘Fabinho Zueira’  no Instagram, facebook e no youtube.

@fabiovinaf9

JÁ FORAM CINCO: Mais um candidato a vereador da Coligação de Zito Rolim tem sua candidatura derrubada pela “Coligação União do Povo”

Mais um candidato a vereador aliado ao atual grupo teve sua candidatura derrubada pela Coligação ‘União do Povo’.

JÁ SÃO CINCO 

Após a Coligação ter derrubado quatro candidaturas da Coligação “Forte é o Povo”, do candidato Zito Rolim, mais um pedido de impugnação foi atendido pela Juíza, Flávia Pereira da Silva, dessa vez foi a do candidato, Procópio Neto, que pertence ao partido DEM(DEMOCRATAS).

A IMPUGNAÇÃO

Foi alegado pelos advogados da Coligação “União do Povo” que o candidato impugnado não se afastou do cargo de Presidente Interno Conselheiro Estadual da OAB/CODÓ-MA, no prazo previsto.

Acompanhe a sentença abaixo:

 

 

Outros quatro candidatos da Coligação de Zito Rolim também tiveram suas candidaturas impugnadas, são eles, Raí(PTB), Luis Gonzaga(PTB), Jandira do Mãozinha(SOLIDARIEDAE) e Marinete Andrade Neta(PSL).

TRABALHO INCANSÁVEL DA EQUIPE JURÍDICA DANDO RESULTADOS POSITIVOS

Incansavelmente trabalhando dia e noite e de olhos sempre abertos, a equipe jurídica da “Coligação União do Povo”, vem mostrando que esse luta árdua vem dando resultados positivos.

A impugnação do candidato Procópio Neto, pode dificultar a eleição dos candidatos, Diogo Tito e Leda Torres, ambos também do(DEM) e considerados como os mais fortes do partido.

 

 

 

 

 

Idoso morre no HGM por falta de UTI no hospital em Codó

Após nove dias esperando uma transferência para uma UTI o homem não resistiu e entrou em óbito dentro do Hospital Municipal (Da redação Repasse Informativo)

Raimundo da Cunha 88 anos foi vítima de um acidente, no último dia 16 de outubro no povoado  Canoeiro, Zona Rural de Codó. O acidente aconteceu por volta das 09h00 da manhã, ele bateu a cabeça após cair no chão.

Segundo relatos dos profissionais do SAMU, “o paciente estaria com o quadro de agitação psicomotora, posterior sonolência e rebaixamento de nível de consciência”.

Ainda de acordo com relatos ao BLOG DO DE SÁ na noite desta quinta-feira (23), o SAMU passou cerca de 50 minutos após o chamado e que a ambulância estaria em outra ocorrência e por isso toda a demora.

Raimundo da Cunha, estaria em um leito do hospital HGM desde o dia do acontecido e não houve uma transferência do mesmo para um hospital mais avançado. “A transferência seria necessária para que os médicos pudessem tentar salvar a vida do Sr. Raimundo, já que ele sofreu um grande trauma na cabeça”, declarou um parente da vítima.